Presidente da Lidecel vai à Câmara pedir apoio para a volta do futebol amador na cidade

por Nilmar Ananias de Sousa publicado 27/10/2021 17h37, última modificação 27/10/2021 17h37
Presidente da Lidecel vai à Câmara pedir apoio para a volta do futebol amador na cidade

O Presidente da Liga falou aos vereadores sobre as dificuldades da LIDECEL

O presidente da LIDECEL – Liga de Desportos de Coronel Fabriciano João Pereira de Sousa, o João Buião, usou a Tribuna Popular durante Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Coronel Fabriciano na tarde de ontem (26). Na ocasião, o dirigente fez a solicitação ao Presidente da Mesa Diretora, Miltinho do Sacolão (PSDB), e revelou as dificuldades encontradas por ele na gestão da Liga. Buião apresentou uma notificação do Executivo que aponta uma dívida no valor de R$3.449,42 (Três mil, quatrocentos e quarenta e nove reais e quarenta e dois centavos), referentes à prestação de contas da gestão anterior. 

No ofício apresentado em cópia aos vereadores, a Prefeitura estipulou o prazo de até 30 de novembro para pagamento da dívida. “Desde que tomamos posse, no final de 2019, ainda não realizamos nenhuma competição oficial, embora tenhamos conseguido legalizar a entidade junto à Receita Federal e organizar toda a sua situação administrativa”, destacou Buião. Ainda de acordo com João Pereira, essa notificação veio à tona após o ofício enviado pela Controladoria do Município, com data de 14 de setembro.

Campeonatos

As competições das categorias Sub-11 e Sub-13, além do Campeonato entre Bairros, serão realizadas pela Prefeitura e terão a coordenação da LIDECEL. A previsão é que os eventos esportivos comecem na última semana de novembro, enquanto que o tradicional campeonato fabricianense de futebol amador deverá ser realizado  em 2022, desde que sejam regularizadas as pendências financeiras junto ao fisco municipal.

Além do apoio da Prefeitura, a diretoria da LIDECEL espera conseguir parcerias com a iniciativa privada e empresários ligados ao Esporte, para a retomada de suas atividades. O Presidente da Câmara, Miltinho do Sacolão (PSDB), espera a formulação de um projeto para que “a Liga tenha de volta um espaço digno para funcionar, com uma nova sede administrativa”.